E AGORA QUE O PLANO (A) TÁ QUASE AFUNDANDO, O QUE FAZER?

MMN

Foram muitas ponderações, contas, de como conseguir o dinheiro, pedir emprestado a mãe, tio, primo, consignado ou agiota, vender a moto, o carro ou até a casa, muitos planos, perde-se noites sem dormir sonhando com o que fará com os ganhos, viagens, carros, casa nova! Assim, muitos entraram em um dos muitos MMNs que se propagam pelo país.

Não quero, não gosto e não sou o portador de más noticias, mas, não posso ficar alheio ao que vem acontecendo neste último mês com as empresas de Marketing Multinível, de uma hora para outra todas viraram pirâmide, todas passaram a ser investigadas pelos Ministérios Públicos estaduais e federais, bem como por nossas polícias civil e federal.

http://economia.ig.com.br/2013-07-13/piramides-alem-de-telexfree-e-bbom-outras-16-empresas-estao-sob-suspeita.html

Também não estou aqui para julgar se são ou não pirâmide apesar de ter uma opinião formada quanto a uma ou outra delas e até ter investido em uma que se encontra com suas operações bloqueadas!

Era certo que após o bloqueio em desfavor da TELEX FREE outras incursões dos MPs dos outros estados também iam se dar em desfavor das outras empresas de MMN e se deram, a poucos dias o MPF de Goiás conseguiu bloquear as atividades e bens da BBOM que em meu entender apesar de ter um esquema parecido com o da Telex free tem um grande diferencial, qual seja, o produto comercializado (bloqueador) que entendo, ser de mais fácil inserção no mercado que o Voip da Telex free, sem contar que a empresa ao meu ver sempre focou mais em vender seu produto em seus comerciais que fazer mais pessoas entrarem na sua rede e virarem divulgadores.

E outras incursões mais estão por vir, não pense você que participa da PRIPLES, MULTICLICK, NNEX e outras que o mal que abateu as duas já citadas acima não cairá sobre todas, é uma questão de tempo, infelizmente, para quem investiu!

ACREDITO QUE NÃO IMPORTA MAIS AOS MPS E JUSTIÇA SE SÃO OU NÃO MMNs OU PIRÂMIDES, TODAS TERÃO SUAS ATIVIDADES SUSPENSAS, MAIS CEDO OU MAIS TARDE! Fecha-se primeiro e investiga-se depois ao passo apressado da nossa Justiça se são ou não…Infelizmente!!!

E agora que o plano (A) está quase afundando, o que fazer?

Para quem investiu grande soma de dinheiro e não recuperou pelo menos 70% do total, ainda há uma alternativa, buscar no Judiciário, este mesmo que concede liminares para bloquear as empresas de MMN, uma medida judicial para bloquear e penhorar estes valores investidos, pois feito isto, mesmo que venha uma liminar e suspenda as operações da empresa de MMN da qual faz parte, o seu dinheiro estará protegido e findado seu processo poderá levantar estes valores não ficando sua ação dependente da ação judicial principal que pode durar até uma década para findar e ser restituído os valores bloqueados.

Para você que investiu em uma delas ainda em atividade procure seu advogado e siga meu conselho, ainda há tempo para que não fique a se lamentar igual a muitos outros que estão com suas economias bloqueadas e sem saber se e quando serão restituídos.

Anúncios

6 thoughts on “E AGORA QUE O PLANO (A) TÁ QUASE AFUNDANDO, O QUE FAZER?

  1. Você já ajudou alguém a receber de volta os valores investidos na NNex ?
    Se sim, gostaria de contratá-lo junto com um monte de outras pessoas enganadas.

    • Anticlei, boa noite!
      A sistemática de rede multinível é sempre igual, ação contra a NMEX só uma com o valor baixo, nesta também foi deferido pedido liminar para bloquear os valores da autora, porém, não posso passar detalhes pois esta exigiu sigilo.
      Entrarei em contato por email.
      Att,

  2. Prezado Dr. Luciano
    Meu esposo comprou vários pacotes da BBOM, porém em nomes de pessoas diferentes (pai, mãe, irmã e até o meu). Seria melhor uma ação coletiva ou uma única ação no nome dele, comprovando que embora os pacotes estejam em nomes de pessoas distintas foi ele quem pagou e “administrava” cada conta bbom?
    Att,

    • Therla,
      os dois caminhos são viáveis, pode entrar com uma ação coletiva ou mesmo uma apenas, neste caso o correto seria os terceiros, no caso (pai, mãe irmã e vc) fazerem cessões de direito para ele referente a estes valores que ele pagou, isto legitimaria que ele entrasse com uma ação apenas em nome próprio ou caso ele deseje todos estes terceiros citados acima poderão passar-lhe procuração pública para que seu marido lhes represente e possa pleitear este direito e ao final da ação ele resgata o que porventura tenha a receber.
      Att,

      Luciano Rodrigues

    • Marcos,
      inicialmente verificar o quanto do investimento ainda não foi resgatado por ambos, posteriormente montar um processo mostrando que ambos entraram de boa-fé pois a empresa tinha aparência de atividade lícita e requerer indenização por danos morais e materiais se for o caso.
      Precisarão contratar um advogado, fornecer procuração etc…
      Att,

      Luciano Rodrigues

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s